terça-feira, 12 de julho de 2011

[EU] - Final de semana + presente

|| ||
Este final de semana estava com dinheiro guardado, aproveitando que estava com o maridão resolvemos dar uma voltinha no shop perto de casa. Havia duas coisas que eu precisava fazer ali, comprar presente para mim e um para o Vini, da ultima vez que tínhamos ido ali eu havia visto um camelo vendendo tudo que era tipo de cachecóis  echarpes e gorrinhos. No mesmo dia comprei uma echarpe xadrez laranja, lindinha. Mas fiquei louca para comprar uma boina masculina puxada para a frente. Nos bares em que íamos via vários homens usando aquele tipo de chapeuzinho usando uma regatinha branca muitas vezes usavam com um suspensório ou um "jalequinho" escuro, ficava muito sexy. Já que eu não convenci ele de compra-lo daquela vez, agora tinha a obrigação de insistir, nem que eu tivesse que fazer cara de cachorro pidona. Olhei as pernambunas e encontrei algumas leggings baratas, pois a minha já ta que é só o bagaço. Mas resolvi olhar as outras lojas para comparar os preços, já pensou eu comprar algo no valor de 60$ e de repente encontrar uma do mesmo material por 30$. É algo para querer se matar, para não cometer este terrível engano fui dar uma olhada nas outras lojas ( renner e Riachuelo ) mas não achei nada do meu agrado, queria comprar uma calça mas sempre ficava frustrada com elas dentro do provador, tudo culpa dessa minha bunda gigantesca ¬¬' metade dessa bunda deveria ser peito, ai sim eu seria feliz.  O negocio era voltar a pernambucanas e comprar a leggie que eu havia visto, feliz e contente eu sai do shop e qual minha raiva ao ver a loja fechada, e imagina minha raiva ao ouvir o Vini me enchendo o saco com aquela frase pentelha : " eu te avisei! ". Rgh, já estava tudo acabado, não achei nada do que eu queria e não iria ficar gastando o dinheiro a toa, queria algo que eu gostasse e me apaixonasse a primeira vista. 
Resultado, entrei na Marisa, coisa que já havia feito, mas de canto de olho não havia me agradado em nada o lado jovem, cheio daquelas calças leguies berrantes e roupas estranhas. se eu usasse uma calça tão ridícula como aquela eu me sentiria uma prostituta. Quem seria a louca de usar algo tão feio como aquilo?! Não demorou muito e parou duas patricinhas cabeça de vento do meu lado elogiando as calças, é minha pergunta estava respondida. Desenxavida comecei a olhar as bolsas e fui para o lado social e de mulheres adultas. Só faltava olhar aquele setor. De repente quando me dei conta já tinha quatro peças pendurada no Vini, olhei satisfeita e entrei no provador. Era bem claro de que eu não sairia com nada dali, mas não custava tentar. O vini havia torcido o nariz para um vestidinho verde claro xadrez que eu havia pegado e enquanto eu havia torcido o nariz para uma calça jeans de elástico que ele havia escolhido para mim usar. Ele mais do que ninguém sabia o quanto eu odiava provar calça jeans sempre acabava me ferrando, ainda mais agora que eu tava fofura. Depois de alguns minutinhos lutando com as roupas eis que eu saio com as duas que eu citei na mão. Eram carinhas, mas eu queria levar, afinal, finalmente alguma coisa me agradou. Se bem que a calça eu teria deixado lá. Sem a suspensão do cinto era mais do que obvio de que a calça iria ficar caindo cada vez que eu andasse ou me abaixasse, mesmo estando bem justa. Antes de chegar no caixa fiquei com do de gastar o dinheiro naquela calça estranha mas ele deu chiliquinho e pegou as roupas da minha mão e foi paga-las, mesmo que eu falasse qualquer coisa ele iria ignorar pensando que eu estava com dó de gastar o dinheiro, sendo que eu pouco estava ligando, só não queria levar aquela calça esquisita.

Depois de sair da loja fui ao banheiro trocar minha roupa velha e veia pelo vestidinho e assim mostrar para ele de que o vestidinho ficava SIM bonitinho. Eu coloquei o xadrez por cima da minha calça legging preta e meu coturno preto, dei uma ajeitadinha no meu cabelo louro palha, que por culpa da química quase ficou totalmente palha mesmo. E fui mostrar ao maridão. Ficou tirando o sarro da minha casa até a hora de dormir falando que eu não parecia mais eu mesma, mas não estava achando ruim, só ficava cantarolando... " patricinha... patricinha!" tudo bem que eu tava loira e estava pensando em comprar uma bolsa femenina e um salto alto, coisa que nunca usei na minha vida, mas mesmo assim eu ainda era uma rockerzinha doida.

Agora o objetivo era convence-lo de comprar o chapeuzinho do cara da rua. Passamos em frente e reduzi para olhar, havia mais do que da ultima vez e fiquei sonhando acordada com meu maridão usando aquilo, haha eu iria levar de qualquer jeito. Não demorou muito e consegui convence-lo, perguntando " tem certeza de que você vai usar?! Se não quiser não precisa..." HA essa não tem vez, a gente voltou e comprou, ele usou poucas vezes pois as pessoas olharam estranho para ele pensando que fosse algum skinhead, e eu por outro lado uso ele praticamente todas as vezes que nós saímos. É super fofo e elegante e combina com qualquer coisa que eu coloque, quer dizer quase tudo.rs.

Bem este foi uma das minhas aventuras banais de domingo [10/07/2011] Nem vou contar de mim ferrando a cabeça com os produtos de descoloração, passando do vermelho para o loiro na tentativa de deixar o cabelo branco. Foi um verdadeiro fracasso e vou ter que procurar uma tinta vermelha para tingi-lo de novo. kk

Até a proxima, beijinhos macabros!! :3

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...